Além da apresentação de Zouk, o Estaleiro da Dança trouxe ao Sarau de Inverno 2017 várias contribuições com muito movimento, como Dança do Ventre, Samba, e aula experimental de Fit Dance

Agradecemos a todos que prestigiaram a demonstração desse que é o ritmo a dois que mais cresce no Brasil e no mundo!

Sou Rafael Borges, professor de dança, e com minha parceira Bubah Machado, colaboramos com as atividades de dança no Sarau de Inverno 2017, que rolou no Hotel Torres da Cachoeira, mostrando um pouco do Zouk. Apresentamos um improviso de Zouk brasileiro, no dia 15 de julho, no Palco Livre do Sarau.

Saiba mais sobre o Zouk brasileiro

O Zouk brasileiro é um estilo de dança, uma evolução da lambada. O gênero musical da lambada tem origens na Região Norte do Brasil, mais especificamente no estado do Pará, onde surgiu por volta dos anos 1980. Tem elementos característicos do carimbó e da guitarrada. A lambada, e consequentemente o Zouk, foram influenciados por ritmos latinos como a cúmbia e o merengue. O Zouk brasileiro é tão moderno e versátil que pode ser dançado com diversos estilos diferentes de músicas como Kizomba, RnB, Reggaeton, Ragga, Hip-hop, Black music, Pop, mixagens, e qualquer outro tipo de música onde se tenha uma melodia destacada ou um compasso que permita o seu aproveitamento dentro das técnicas e recursos dessa dança.

Quer colaborar com a próxima edição do Sarau na Ilha?

As apresentações de dança aconteceram entre as atrações culturais e esportivas do Sarau de Inverno 2017, no dia 15 de julho, no Hotel Torres de Cachoeira